Mobilização de conscientização


A Prefeitura de Palestina de Goiás através da Secretaria de Saúde editaram o Decreto nº 101, em 22 de fevereiro último, que visa coibir o avanço da COVID-19 em seu território.

Para isso contou com o apoio do comércio, da maioria do seguimento religioso e de toda população, que temendo os efeitos devastadores da doença se uniram com um único objetivo, prevenir.

A Prefeitura contratou uma médica renomada e estudiosa na área, Dra. Patrícia Rezende, que atenderá três dias na semana os casos, além de realizar um trabalho de conscientização da população para os cuidados mínimos de higienização, uso de máscaras e distanciamento social, incluindo o tratamento preventivo e inicial da doença, criando a área vermelha no hospital municipal que nesse momento ficará apenas para atender os casos, além daquelas urgências e emergências. As consultas foram transferidas para a Unidade Básica de Saúde.

A Secretaria de Saúde promoveu uma carreata de conscientização da população, com carro de som e veículos próprios, além do apoio da Guarda Municipal e Conselho Tutelar da Criança e Adolescente.

Espera zerar os casos em 10 dias, evitando novos contágios e a vacinação da população do grupo constante do Plano Nacional de Vacinação.

Com a liberação pelo Supremo Tribunal Federal para que os Estados e Municípios possam comprar suas próprias vacinas, Palestina correu na frente e já protocolou no Instituto Butantan sua proposta de compra de 3.000 doses das vacina CORONAVAC.

A população ajudando e com fé em Deus, esse terrível inimigo invisível será vencido.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 25/02/2021

Compartilhe!